Instagram: influenciadores ganham dinheiro com posts ‘Melhores Amigos’

Além disso, a iniciativa vem sendo utilizada por artistas que vendem um lugar na lista como forma de financiar coletivamente seus projetos. Canais do YouTube e produtores de podcasts aderiram à estratégia para monetizar vídeos de bastidores, dicas de produção e conversas exclusivas para fãs assinantes. A iniciativa, no entanto, vem gerando críticas ácidas sobre o que seria um comércio de amizades falsas no Instagram.

Um dos casos de maior sucesso é a influencer americana Caroline Calloway. Com mais de 797 mil seguidores, ela tem 342 pessoas como melhores amigos. Para participar da lista, é preciso pagar US$ 2 (cerca de R$ 8) por mês. Pode parecer pouco, mas há ainda uma outra opção de assinatura mensal que custa US$ 100 (R$ 414 em conversão direta). O pacote, chamada de Amigos Mais Próximos, dá direito a uma ligação de uma hora no Skype com Calloway. Alguns assinantes, no entanto, dizem que a produção de conteúdo da influencer foi reduzida drasticamente após o novo modelo. Além disso, muitos reclamam que os vídeos exclusivos são posteriormente postados publicamente no perfil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s