Hackers invadem celular de Sergio Moro e Bolsonaro

Na ultima terça feira dia 23, a PF, prendeu 4 pessoas, 3 homens e uma mulhers, acusados de participar de um grupo hacker, que promoveu a invasão nos celulares de Bolsonaro e Sergio Moro.

No caso de Sergio moro a invasão foi por meio de falhar de seguranças das operadoras, acontecendo a invasão do aplicativo telegram,

De acordo com a Folha, os suspeitos teriam capturado o código de acesso [token] do Telegram de Moro ao tentar sincronizar a conta em um computador, no serviço web do Telegram.

O ministro Sergio Moro não contava com verificação em dois passos [duplo fator de autenticação], por isso, bastou ter o código de acesso em mãos para logar na conta. Por isso, é importante que você ative o recurso em todos os aplicativos e serviços possíveis: ative PINs, códigos, duplos fatores.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública , por questão de segurança nacional, informado pela Polícia Federal de que aparelhos celulares utilizados pelo Sr. Presidente da República foram alvos de ataques pelo grupo de hackers preso na última terça feira. Por questão de segurança nacional, o fato foi devidamente comunicado ao Sr. Presidente da República.

Não há informações sobre o que os hackers teriam encontrado, ou se efetivamente captaram alguma informação, nos celulares de Bolsonaro.